Hoje é Domingo, 24 de Setembro de 2017
   
 
 
 
Perfil de Arujá
   

::: Histórico

Origem do Nome - Arujá

1- Dr. João Mendes de Almeida, no seu Dicionário Geográfico da Província de São Paulo (1902), tem como certo que Arujá tem origem em “limo, lama, folhagem seca, detritos vegetais”.

2- Prof. Afonso de Freitas afirma que em seu Dicionário dos Municípios do Estado de São Paulo (1985): “Arujá é nome de um rio nascido na vila de Mogi das Cruzes”.

3- Frei Francisco dos Prazeres Maranhão (1890), no seu glossário de Palavras Indígenas, diz que Arujá significa “morada de sapos”, embora não exista nessa palavra referência a sapo.

4- O padre Manoel da Fonseca, da Cia. de Jesus, no ano de 1752, escreve em seu livro Vida do venerável padre Bechior de Pontes, pág. 133: “ As serras de Arujá, onde parece que se foram os raios, e coriscos, como naquele lugar estivesse a oficina de Vulcano, mas com tal segurança, vivem os índios naquele sitio debaixo da proteção de Nossa Senhora da Ajuda”. Os padres da Cia. de Jesus chamavam Arujá de “Serras dos Raios”. Por este motivo, Arujá não teve aldeia indígena, os índios habitavam em buracos feitos no chão para se protegerem dos raios.

5- Mas a interpretação que prevaleceu como oficial foi a de Teodoro Sampaio, na sua obra, O Tupi na geografia nacional (1928), “abundantes de peixinhos barrigudinhos ou guarus”, o que pode ser cardumes de guarus.

Capela do Bom Jesus – Segundo a Tradição Popular

Diz a tradição, pelas vozes de Bráulio Coutinho, Etelvira Martins Guimarães e outros, cujas vozes soaram alto em nossa tradição, que uma das histórias mais conhecidas sobre a origem da capela do Senhor Bom Jesus, e divulgada pela imprensa durante a comemoração do primeiro centenário de Arujá, que, por volta de 1741, diz a tradição, segundo crença popular, uma imagem de Jesus Cristo foi encontrada pelos índios, no lugar onde hoje está situada a igreja do Senhor Bom Jesus. Recebeu a imagem o nome de Senhor Bom Jesus do Arujá.

Conta ainda a tradição que foi construída uma orada para abrigar a imagem. Por várias vezes a imagem foi retirada da orada e levada para fazendas próximas. Por milagre, segundo a crença do povoado, ou arrependimento dos fazendeiros, a imagem sempre retornava para a orada.

Foi então que sitiantes da região, impressionados com o fato e sua repercussão, passaram a acreditar que a imagem queria que fosse construída uma capela naquele lugar. Esta foi então construída por escravos, na mesma época.

 

Datas Históricas

- 1781 - Origem
Arujá teve sua origem em 1781, com a construção de uma capela dedicada ao Senhor Bom Jesus de Arujá.

- 30 de novembro de 1938 - Incorporação
Através do Decreto Estadual nº 9.775/38, Arujá foi incorporado ao Município de Santa Isabel.

- 03 de julho de 1839 - Curato
A capela do Senhor Bom Jesus de Arujá foi ereta em capela curada em 3 de julho de 1839, tendo obtido nesta mesma ocasião as provisões de ereção e bênção.

- 08 de junho de 1852 - Freguesia da Paz (FUNDAÇÃO)
Em 8 de junho de 1852, por Lei sancionada por Hipólito José Soares, presidente da Província de São Paulo, cuja Lei tomou o nº 4, sendo sancionada nessa mesma data. Nessa época Arujá pertencia ao vizinho Município de Mogi das Cruzes. A data oficial do “Dia do Município” é o de 8 de junho, reconhecido pelo governo estadual através da publicação no Diário Oficial do Estado do dia 27 de janeiro de 1967, Decreto nº 47.664, de 26 de janeiro de 1967 e Lei Municipal nº 21/61, de 21 de setembro de 1961.

- 06 de agosto de 1852 - Dia do Padroeiro
A data oficial do Padroeiro da Cidade “Senhor Bom Jesus de Arujá”, foi determinada pela Lei Municipal nº 01/62, de 12 de abril de 1962.

- 18 de fevereiro de 1959 - Município
Em 18 de fevereiro de 1959 foi sancionada pelo DD. Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, Francisco Franco, a Lei Estadual nº 5.285, elevando Arujá à Município.

- 01 de janeiro de 1960 - Instalação Solene do Município
Atendendo aos dispositivos da Constituição Estadual de 1959, a instalação solene do Município de Arujá realizou-se em 1º de janeiro de 1960, sob a presidência do MM. juiz de direito da Comarca de Santa Isabel, Doutor Jacintho Elias Rocha Brito.

- 19 de abril de 1985 - Cidade Natureza
Em 9 de abril de 1985 a cidade adota pela Lei Municipal nº 634/85 o cognome "Cidade Natureza".

 

 

:::INFORMAÇÕES
 
     
© 2011 - Depto. de Informática - Todos os direitos reservados